15 de dezembro de 2013

História #1: O Bosque - parte 4



Ana vê aquele lindo ser de cor azul novamente. 
- O que aconteceu? Porquê só eu posso salvá-lo?
Ela corre para não perdê-lo de vista. Se aproxima e fala com ele.
- Quem é você? De onde veio?
- Somos chamados de Os Guardiões, meu nome é Arkon e você precisa salvar nosso mundo...
- Salvar de que? O que preciso fazer?
- Você d...


- Ana! Ana! - Gabriel a acorda.

- O que aconteceu? Onde estamos? - Ela Questiona.

- Você não se lembra? Estávamos prestes a ser atacados quando fomos salvos por esse guerreiro. - Diz Gabriel ao apontar para o lado.

Ana olha e não se lembra de nada, apenas de ser empurrada pela criatura e desmaiar. Gabriel conta que logo em seguida Yankel apareceu e os salvou.

- Olá, como está se sentindo? - Pergunta Yankel.

- Estou bem. - Ana responde.

- Pode me chamar de Yan.

Yankel era um guerreiro que deixou seu povo com o intuito de tentar salvar seu mundo das forças das trevas. Tinha mais de dois metros de altura, muito forte e possuía várias cicatrizes de batalha. Tinha expressão forte e barba cerrada. Carregava consigo um enorme machado que usava em suas batalhas, e envolto em seu pescoço tinha um cordão com uma pedra vermelha que parecia arder em chamas. Apenas os grandes guerreiros o possuíam e detinha um grande poder.

Ana então se lembra do sonho que estava tendo antes de ser acordada, mas não parecia ser apenas um sonho. Ela precisava descobrir qual a sua missão. Tenta levantar e Gabriel a ajuda, ainda estava um pouco atordoada.

- Onde estamos? - Pergunta.

- Yan nos trouxe pra essa cabana. - Responde Gabriel.

- Estava abandonada e estou passando alguns dias aqui antes de seguir minha jornada. É melhor passarem a noite aqui antes de continuarem. - Diz Yan.

- Pra onde estavam indo?

- Não fazemos ideia, acabamos de chegar e sequer sabemos onde estamos. - Gabriel responde com receio.

- Então vocês não são daqui? Interessante, ninguém do outro lado jamais conseguiu atravessar pra cá. Somente criaturas mágicas tem esse dom. - Yan fala com certo espanto.

- Vocês estão em Humius. - Diz.

Um mundo repleto de maravilhas, seres mágicos e diversas criaturas exuberantes. Humius prosperou em tempos de outrora, mas com o desaparecimento dos Guardiões tudo acabou declinando e agora todos pedem socorro antes que as trevas tomem conta de tudo. Apenas um lugar permanece inalterado, o Altar da Sabedoria, um local sagrado que possui diversos segredos. Apenas os Guardiões conseguiam entrar, e era para lá que Yan estava indo, tentando obter respostas do desaparecimento dos Guardiões.

- Me fale sobre os Guardiões. - Questiona Ana.

- Os Guardiões são os seres mais bondosos e poderosos de Humius, eles mantinham a paz e guiavam todos os outros seres. Existiam 10 Guardiões, foram desaparecendo um a um. Muitos dizem que foram assassinados, mas não consigo pensar em quem teria tal poder. O último a ser visto foi o Guardião do Ar, chamado Arkon, mas infelizmente não é visto há uma semana. - Explica Yan.

Todos trocam informações e Gabriel explica tudo de como chegaram ali. Ana estava exausta e caiu no sono. Decidem então que iriam todos para o Altar da Sabedoria tentar descobrir o que aconteceu. Gabriel queria ajudar Ana, e essa era a única pista que tinham.

Continua...
Verbum volat, scriptum manet
Corvo Branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário